POLÍCIA

Triste: Grávida passa mal na porta da igreja morrendo minutos antes do casamento

éssica Victor Guedes, 30 anos, morreu no último domingo (15), na porta da Igreja,  vestida de noiva, minutos antes de se casar com o tenente da Polícia Militar, Flávio  Gonçalves.

Grávida de 7 meses, ela passou mal a caminho do próprio casamento, teve um AVC hemorrágico e morreu no Hospital e Maternidade Pro Matre Pauslista, na capital paulista. Os médicos fizeram um parto prematura e Sophia sobreviveu, mesmo com a morte da mãe.

A família e o noivo correram para tentar salvar a vida de Jéssica, mas nada conseguiu evitar a tragédia. Jéssica teve uma pré-eclâmpsia, e chegou ao hospital sem atividade cerebral. Sophia nasceu de 29 semanas, pesando 1 kg. A bebê está na UTI Neonatal.

Com os gastos para a festa de casamento, os amigos do tenente, que agora é pai e viúvo, fizeram uma VAQUINHA  virtual para ajudar com os custos do tratamento da bebê.

“Jéssica estava fazendo acompanhamento pré-natal, não teve nenhum pico de pressão alta durante toda a gestação e era saudável, fazia atividade física e se alimentava bem”, disse a tenente Mariana, que faz parte do Departamento de Comunicação da PM.

Jéssica teve os órgão doados e o tenente busca forças neste momento. “Serei forte, não vou fraquejar. Ela me ensinou como se tratar uma mulher justamente para que eu aprendesse a cuidar da nossa filha”, disse o noivo.

Nas redes sociais, o noivo de Jéssica fez várias homenagens a ela.

fonte: Portal Sulbahia1

# O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo.

Comentário